América do Sul Argentina Buenos Aires

Os Bosques de Palermo e seus parques lindíssimos!

Por em maio 30, 2018

Quando falamos de Buenos Aires associamos logo a boa comida, futebol e tango, mas nessa viagem conheci um lado de Buenos Aires que me surpreendeu bastante, que foram os Bosques de Palermo ou Parque 3 de Febrero, como também é conhecido. Uma área enorme com mais de 80 hectares de muito verde, flores,  gramado e muita atração. É um dos maiores espaços verdes de Buenos Aires.

Como nosso hotel era bem próximo, visitamos diversas vezes essa área, que aliás é ótima para crianças, famílias e até casais apaixonados. Há ciclovia, carrossel, vendedores ambulantes e muito verde convidativo para um picnic.

Os Bosques de Palermo ou Parque 3 de Febrero  abrigam diversos parques diferentes, como: Jardim Botânico, o Planetário Galileu Galilei, o Hipódromo de Palermo, o El Rosedal e o Jardim Japonês. Desses todos o único que não conhecemos foi o Hipódromo de Palermo, os demais visitamos e recomendamos, vejam os detalhes abaixo:

 

  • Jardim Botânico:

Nem se compara ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro, mas possui sua beleza e exuberância nas flores e plantas expostas. Possui também uma biblioteca (localizada no prédio central), quase 30 esculturas e bustos, 5 lindas estufas de estilo art nouveau e três jardins temáticos: o romano, o francês e o oriental.

Sua entrada é gratuita e fica ao lado do Jardim zoologico, ótima opção para conciliar esses dois lugares em um mesmo dia.

Endereço e horários:
Av. Santa Fé 3951, Palermo.

Terça à sexta, das 08h até às 19h.

Sábados e domingos, das 9.30h até às 19h.

Segundas fechado.

  

  • Planetário Galileu Galilei:

O Planetário foi construído em 1962 pelo arquiteto Enrique Jan e o edifício foi inspirado pelo planeta Saturno. Nós apenas caminhamos até a porta para uma foto e não voltamos no horário que havia alguma atração, mas mesmo assim vale uma caminhada pois a entrada é bem bonita.

Para saber a programação atualizada visite o site: http://www.planetario.gob.ar/

Endereço e horários:
O Planetário está localizado na Avenida Sarmiento e Belisario Roldán – Palermo
Aberto de terça a domingo
  • El Rosedal:

Na minha opinião, o lugar mais bonito de Buenos Aires. O parque é lindo, cheio de flores, chavariz, lagos, tudo muito bem cuidado. Eu fiquei apaixonada, inclusive foi o lugar que visitamos mais de um vez, até porque em cada visita descobríamos um cantinho novo, encantador, de forma que não queríamos ir embora.

Apesar de sua entrada gratuita, no lago há barcos e pedalinhos para alugar e também um simpático carrossel que a criançada ama.

Esse é um dos maiores parques desse complexo do Bosque de Palermo, o que facilmente te toma meio dia para conhecer.

Na nossa logística, visitamos o Planetário Galileu Galilei, o El Rosedal e o Jardim Japonês no mesmo dia pela proximidade e foi ótimo. Basta ter disposição para caminhar bastante, mas nada impossível, lembrem-se estávamos com uma criança de quase 2 anos e foi tranquilo.

Endereço e horários:
Inverno: Das 8 às 17 horas.
Verão: Das 8 às 20 horas.
Dias fechados: 1 de janeiro, Sexta-feira Santa, 1 de maio, 20 de julho, 21 de Setembro, 8 de novembro, 24, 25 e 31 de dezembro.
  • Jardim Japonês:

Esse é o único parque, cuja entrada é paga, mas mesmo assim vale a pena a visita, pois o lugar é uma graça com seus detalhes japoneses.

É possível caminhar por suas trilhas, pontes, alimentar as milhares de carpas e para os que gostam existem sessões de yoga, massagem e ainda um restaurante em seu interior.

 

Endereço e horários:
Horário: Diariamente das 10 às 18 horas.
Valor do ingresso: A entrada para o Jardim Japonês é de $ 70 (+/- R$ 20,00).
Menor de 12 anos não pagam.
TAGS
RELATED POSTS

DEIXAR COMENTÁRIO