América do Sul Brasil Florianópolis

Nosso Roteiro Otimizado em Floripa:

Por em abril 13, 2018

Procuramos fazer um roteiro onde tivesse atrativos para mascotinha e que também atendesse as expectativas dos papais, então selecionamos algumas praias, como: Jurere Internacional, Joaquina e a Lagoa da Conceição e montamos a logística para dois dias pela ilha. Com isso, nosso roteiro ficou da seguinte forma:

Dia Um –  Beira Mar:

Chegamos a Floripa a tarde, por volta das 15:00h, então aproveitamos para explorar as redondezas do hotel e  percorremos a Beira Mar até o famoso Pier Trapiche, o qual não achei nada demais,  e seguimos até o cartão postal da cidade, a Ponte Hercilio Luz. Foi uma Sra. caminhada, mas foi ótimo! A orla é extremamente agradável, bem iluminada e muito bonita.

 

Dia Dois: Praias Leste + Centro

Nosso segundo dia programamos para percorrer algumas praias do litoral Leste, cujo objetivo principal era visitor o Projeto Tamar. Dessa forma, nossa primeira parada foi a praia da Joaquina, uma das maiores praias da ilha, com 3 Km de extensão. Dizem que ela possui ondas que atraem os surfistas, mas na época em que visitamos estava bem calminha e deserta. Achamos a praia linda, com sua faixa larga de areia dura e uma enconsta em pedras deixando o cenário muito bonito, mas como estava muito frio, não havia ninguém na praia e as poucas lojas e comércio dessa praia estavam fechadas. Porém, estávamos de férias e frio nenhum iria nos impeder de passear, então paramos o carro no único estacionamento aberto e descemos para uma caminhada pela areia, que nos renderam algumas fotos.

Nossa segunda parada foi a praia Mole, conhecida por suas ondas e frequentada por surfistas. Muitos a consideram a praia mais bonita por ser cercada de verde e não haver nenhuma construção próxima. Eu, particularmente, não gostei dessa praia e certamente em um retorno a Floripa não a incluirei no roteiro, principalmente se estivermos com a mascotinha.

 

Terceira parada, Projeto Tamar.  Agora sim, a mascotinha ficou feliz  e encantada com as tartarugas e peixes. Infelizmente, não chegamos a tempo da visita guiada, mas os funcionários foram extremamente simpáticos  e estavam espalhados pelos tanques e bastava chegarmos perto para que eles começassem a explicar e a conversar.

Pagamos R$ 12,00/ adulto (Junho/ 2016) e ficamos cerca de 1h andando por todo o complexo, que não é muito grande e na saída somos obrigados a passer por uma lojinha fofa, onde dá vontade de comprar tudo. Super recomendo esse passeio, principalmente para as famílias com crianças.

Na parte da tarde fomos para o Centro, conhecer alguns pontos turisticos super famosos, como a Figueira Centenária na Praça XV de Novembro, a Catedral Metropolitana e o Mercado Municipal. Vale a pena deixar essa programação para a tarde e aproveitar o pavilhão central do Mercado Municipal, cercado de bares e restaurantes com comidinhas típicas, que começam a encher para o happy hour. O lugar é muito agradável e vale muito a visita.

Nessas redondezas não há estacionamento fácil na rua, então nem perca tempo procurando e vá direto ao lado oposto da rua e deixe o carro com tranquilidade e segurança em um estacionamento  privado/rotativo.

 

Dia Três: Praias do Norte + Lagoa da Conceição

Primeira parade, Jurere Internacional, praia mais famosa e badalada da região, apelidada de Miami Brasileira, pelas suas mansões, carros importados e muita gente bonita. Como já comentei, fomos fora de temporada, então estava tudo vazio, mas mesmo assim percorremos as areias mais cobiçadas avistando as mansões e cabanas de praia famosas, como P12, Serena, entre outras, e imaginando as festas e os agitos que acontecem por ali.

Depois desse glamour todo, visitamos mais duas praias: Forte e Daniela. A praia do Forte pareceu bem calma, com uma extensa faixa de areia e restaurantes simples no estilo pé na areia, bem convidativos para sentar e beber uma cerveja e apreciar o por do sol. O único problema é o acesso a essa praia que se faz por uma trilha estreita de terra, onde só é possível passar um carro por vez. Mediante ao perrengue que é chegar e sair dessa praia, infelizmente torna-se  não tão atrativa  e também não a incluiria num retorno a cidade. Já a praia Daniela é um excelente escolha para familias com crianças, praia tranquila, sem ondas, mas parecendo uma lagoa. O único problema é não ter muita infraestrutura próximo.

No retorno para o hotel, paramos na Lagoa da Conceição que possui uma vista linda e diversos restaurant em sua pequena orla. Todos com excelentes pratos em sua maioria de frutos do mar e principalmente da tradicional sequencia de camarão. Também é um programa perfeito para fim de tarde e ainda de quebra assistir o por do sol.

Para fechar com chave de ouro o dia, visitamos as Dunas da Praia da Joaquina, localizadas entre a praia da Joaquina e a Lagoa da Conceição, super fácil de achar e basta estacionar ao pé das dunas e subir para ter um visual lindo e relaxante. Mas precisa de disposição, pois as dunas são bastante íngrimes, tanto, que ali se criou um dos esportes mais procurados na ilha após o surf, que é o sandboard. Essa modalidade nada mais é do que descer  em cima de uma prancha, na maior adrenalina, as dunas. Existem barracas de aluguel logo na entrada das dunas e o preço varia por hora, dependendo da época do ano e da prancha, pois tem a opção de prancha para descer surfando, ou seja, em pé, ou prancha para descer sentado. Nós não nos arriscamos em nenhuma modalidade. Essa aventura ficará para uma próxima vez!!!

Vale lembrar que esse programa vale mesmo para aqueles que nem sonham em se arriscar ao sandboard, pois é possível subie e descer a pé as dunas. E, apesar de cansativo, vale o esforço. O lugar é lindissimo e o passeio é imperdível.

Como nosso objetivo era apenas passar pelas praias para conhecer e tirar algumas fotos, o tempo de dois dias foi mais que suficiente para ficarmos em Floripa e também porque fomos no inverno e a cidade estava mais vazia, nos permitindo transitar sem muitas dificuldades. Portanto, ao montar o roteiro e logistica para essa cidade, leve tudo isso em consideração, pois apesar de ser uma Ilha, existem inumeras atrações que são impossíveis de se conhecer em dois dias, me arrisco em dizer em uma única viagem!

TAGS
RELATED POSTS

DEIXAR COMENTÁRIO