Te Encontro Viajando

Não só de Parrilhada vive Montevidéu!

Por em maio 19, 2016
Revitalizando o blog, descobri
que não havia terminado de escrever sobre Montevidéu! Um erro gravíssimo que
estou corrigindo nesse momento. Acredito que tenha esquecido porque associo Montevidéu
a comida, doces e Colonia Del Sacramento.
Mas, Montevidéu não é só isso. Tem as praias!!! Sim, acreditem, e são bonitas. São
em torno de 20km de orla chamada rambla de la paya que percorrem a encosta com calçadões,
ciclovias e muitas muretas e banquinhos para agradar a todos os estilos. 
Como
já mencionei aqui, a cidade,
domingo fica deserta, então, uma ótima opção é ir para o lado das praias, pois
nessa parte da cidade sim, possui movimento de gente se exercitando e dependendo
da época do ano pegando um Sol ou praticando exercício na água, como SUP, Surf
e etc..
 
Há varias praias, como Pocitos,
Punta Carretas, Ramirez, Buceo, Malvin e outras. Nós conhecemos apenas a
Ramirez que está localizada bem próxima ao centro de Montevidéu, em frente a um
dos maiores parques, o Parque Rodó. Esse parque vale a visita. Lugar muito bem
cuidado, uma área verde enorme, florida cheia de caminhos a serem percorridos,
onde a cada caminhada uma surpresa, como lado com patinhos, pedalinhos e até
mesmo algumas tartarugas pegando Sol.
 

Com relação às demais praias, nós
não tivemos tempo de conhecer, mas a mais famosa dessa lista que citei acima é
a Pocitos, que ganhou esse nome por ser o local onde as lavadeiras faziam poças
na areia para lavar roupas. Embora, tenha esse motivo, ela está localizada em
um dos locais mais movimentados e badalados de Montevidéu. Portanto, se estiver
com tempo, programe uma visita a Pocitos e depois venha aqui contar o que
achou.

Para fechar esse relato, uma
dica, caso estejam de carro, como foi o nosso caso, estacionem no shopping Punta Carretas, o qual na época da nossa viagem
era de graça. Essa é a maneira mais segura e tranquila, pois Montevidéu e escasso
de estacionamento nas ruas. Aproveitando, reforço que Montevidéu não tem
necessidade de alugar carro para conhecer a cidade. Nós estávamos de carro
alugado, pois estávamos voltando de Punta
del Est
e programamos mais uma noite em Montevidéu para conciliar o dia,
domingo, e poder conhecer a tal feira de antiguidades que não valeu nem um
pouco a pena. Caso contrário, teríamos ido direto para o aeroporto. Mas, como
tudo acaba virando historia para contar não foi um dia perdido e acabamos
conhecendo o shopping e curtimos um cineminha para “fazer hora” até o horário do
voo.
TAGS
RELATED POSTS

DEIXAR COMENTÁRIO