EUA WashingtonDC

Primeiro dia em Washington e muita chuva

Por em outubro 29, 2014
Chuva é um fator que ninguém imagina nas viagens, né? Até porque com chuva as opções se limitam a lugares fechados e quando viajamos queremos andar pelas ruas e explorar o máximo possível do local visitado. Mas, às vezes, imprevistos acontecem e precisamos tentar driblar esse fator meteorológico.
E por causa desse pequeno detalhe, a chuva, nosso primeiro dia em Washington DC foi assim: um pouco decepcionante, pois ao acordarmos nos deparamos com um temporal, daqueles que não se deve sair de casa. Mas estávamos de férias e nesse primeiro dia tínhamos uma visita agendada no Capitólio, então adquirimos um guarda-chuva e mudamos o resto da nossa programação para a visitação dos museus (lugares fechados).


A primeira parada foi no Capitólio, sede do poder legislativo americano, já que a visita estava agendada para as 11h00minh. Essa visita é bastante procurada e para não correr ao risco de ficar de fora (literalmente), recomendo acessar o site, com uma semana de antecedência, e realizar a reserva que é rápida e gratuita.
A visita é bastante interessante, tem duração de aproximadamente 1h e se inicia com a apresentação de um vídeo contando a historia do Capitólio, do papel do Senado e da House of Representatives (Câmara dos Deputados). Após o vídeo, seguimos em grupo para o “National Statuary Hall”, que abriga estátuas dos representantes dos Estados e na sequencia a câmara da Suprema Corte. Por fim, o Jefferson Hall, conhecido como Hall das 40 colunas. Nessa visita também está incluída a Rotunda, que dizem que é o ponto alto, pois no seu Domo possui uma pintura, chamada de “The Apotheosis of Washington”, mostra o ex-presidente cercado de símbolos da democracia americana e do progresso tecnológico. Mas, infelizmente, no dia anterior da nossa visita recebemos um e-mail informando que não seria possível visitar a Rotunda, pois estaria fechada para reforma.

Fonte: http://www.aoc.gov/capitol-buildings/national-statuary-hall
Fonte:http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/2010/09/01/guia-pratico-e-ilustrado-para-visitar-o-capitolio-em-dc/
Além da restrição acima, também não tivemos nenhum guia nos acompanhando e compartilhando informações durante a visita e isso fez falta, pois certamente há muita historia a ser contada e que provavelmente tornaria a visita muito mais interessante. Apesar dos pesares, a visita vale a pena. Caso não consiga programar uma visita “guiada”, não deixe de ir até a porta para apreciar o imponente Capitólio, com seus jardins, espelho d’água e toda a beleza que rodeia esse prédio tão importante.
Um ponto interessante para ser apreciado é a estátua chamada, Liberdade Armada, esculpida em bronze pelo artista Thomas Crawford, que está na Cúpula do Capitólio. Uma réplica dessa estátua, também, está no hall de entrada do Visitor Center do Capitólio, que mesmo sem ter visita agendada pode entrar para conhecer essa e outras estátuas que ficam espalhadas pela entrada.
Ao sairmos do Capitólio, ainda embaixo de chuva, seguimos para os Museus que estão ao longo do The Mall. Dentre tantos, escolhemos visitar o de História Natural, Nacional do Ar e do Espaço e o Holocausto. Nossa escolha se baseou naqueles diferentes (Ar e Espaço e Holocausto) e no de historia Natural porque é um museu certo de agradar, vide pelo de NY.
O Smithsonian’s National Air and Space Museum (Museu do Ar e Espaço), é um dos mais procurados e certamente o mais legal, pois abriga a maior coleção de aeronaves e espaçonaves do mundo, incluindo do avião “flyer” dos irmãos Wright e o Apollo 11, que levou o homem a lua. Por falar em lua, também tem um pedaço da lua, mas é um pedaço bem pequenininho que se pode tocar. Uma experiência única.

Outro museu que está na lista dos imperdíveis é o Museu do Holocausto, um memorial oficial ao massacre de milhões de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial. Particularmente, eu não consegui percorrer o museu todo, devido ao peso e a tristeza que abrange. Mas uma das principais partes que mais mexeu comigo foi uma exposição chamada Daniel´s Story, que conta a historia da vida dele, um ponto de vista da Guerra pela visão de uma criança. É surpreendente! Recomendo visitar.
No caminho para o Museu de História Natural, nos deparamos com um Jardim de Esculturas que deve ser lindo sem chuva. Um local muito agradável para descansar e até para belas fotos. Como não tinha jeito visitamos assim mesmo, uma vez que era nosso caminho e na sequencia entramos no Museu de Historia Natural. Caso já tenha visitado o Museu de Historia Natural de NY, irá achar o de Washington DC pequeno e sem variedade. Por isso, não os compare, apenas entre e veja os vários bichos empalhados e toda variedade de dinossauros e mamíferos que este museu abrange.


Com isso, gastamos o primeiro dia todo percorrendo os museus e nos escondendo (protegendo) da chuva. 
TAGS
RELATED POSTS

DEIXAR COMENTÁRIO

Alessandra Mendonca

Para onde vamos?
Instagram
  • Um #tbt atrasado!!! Ainda no clima de #cancun !! Essa foto e do Parque Xel-Ha, excelente lugar para passar o dia se esbaldando na piscina de correnteza, pegando Sol, descansando nessas redes maravilhosas que após o almoço ficam concorridas ou até mesmo aproveitando alguma das atrações do parwur que são pagar a parte, como nadar com golfinhos, arraia e outros. A tarifa desse parwur inclui comida e bebida o dia todo e esse é o único que possui bebida alcoólica inclusa. Mas cuidado se estiver de carro porque fomos parados diversas vezes pela guarda mexicana, então nem pensem em arriscar Beber e dirigir! #valeapena!!
  • Porque o dia de hoje merece um #tbt diretamente da Play del Carmem! Viagem maravilhosa com amigos! Fizemos essa viagem com um casal de amigos muito queridos e fomos primeiro para Miami, onde ficamos por 2 dias e depois pegamos um voo para Cancun. Lá dividimos a viagem em 3 dias em Cancun e quatro dias em Playa del Carmen. Fizemos essa divisão pensando na logística dos passeios e foi Ótimo, pois alguns eram bem mais próximos de Playa e mesmo com carro alugado eu recomendo dividir a viagem entre essas duas cidades. Depois de curtir muito retornamos para Miami, onde ficamos mais uma noite para dar aquela ultima passeada nos outlet e voltamos para o Brasil!  Todas as dicas e logística dessa nossa viagem estão lá no site! Passem lá para dar uma olhada! ⛱🏖🏝
  • O nome do restaurante do post anterior e Thalassa!!! Falei tanto da comida que acabei esquecendo de falar do nome do restaurante e para ficar mais charmoso ainda o nome da rua que fica o restaurante e Rua da Grécia! Realmente vale a pena conhecer!
  • Excelente pedida para quem é de Vitória, restaurante Grego, localizado na sociedade helênica. O lugar é lindo, todo branquinho com portas e janelas azuis, seguindo o estilo da Grécia. A melhor parte é ao ar livre, onde tem mesas no estilo de banquinhos bem rústico. Sem duvida para o passeio se tornar mais romântico, escolha um dia de Sol ao final da tarde para assistir ao por do sol. O atendimento é ótimo e a comida e maravilhosa! Para entrada pedimos cogumelos assados com ervas e um suco especial com saudações gregas :Yamas. Para prato principal o marido foi de moussaka e eu de Youvetsi,
Ambos deliciosos super bem feitos e saborosos, armonizando com vinho branco Grego. Para fechar com chave de ouro escolhemos a sobremesa de bolinhos de chuva com calda de@canela e mel.
  • Quem mais é fã do Maurício de Souza??? Quem mais cresceu lendo gibi da turminha da Mônica??? E quem usa os filhos como desculpa para conhecer certos lugares e tirar foto com personagens???? 🙋🙋 😂
  • E finalmente depois de quase 2 anos consegui relatar todas nossas dicas de ARUBA!!! Que saudade!!! Em tempos que os preços das passagens estão abusivas nos resta relembrar viagens maravilhosas!!!!
FACEBOOK
Membro RBBV
ACOMPANHE